Artista cria embalagens de alimentos para grifes de luxo

Para você o que é mais importante: a marca, a embalagem ou o conteúdo?

Leia também: Aprenda a pronunciar o nome de marcas e grifes famosas

Além de proteger e armazenar os produtos, as embalagens ajudam a distinguir determinadas marcas de um mesmo segmento. Elas também possuem a difícil função de promover uma ligação emocional e de confiança com o público.

Ao visitar o supermercado, os consumidores muitas vezes ficam confusos diante da grande quantidade de embalagens.

Foi para promover a reflexão sobre o consumo na atualidade que o artista israelense Peddy Mergui criou uma exposição chamada “Wheat is Wheat is Wheat” (em português seria “Trigo é trigo é trigo”).

Na mostra, o artista apresentou produtos alimentícios do cotidiano em embalagens sofisticadas de grandes marcas e grifes famosas.

Foi possível encontrar uma caixa de ovos da grife italiana Versace, uma embalagem de farinha da Prada, um café colombiano da francesa Cartier, iogurte natural da Tiffany & CO., saches de sal e pimenta da Hermés, biscoitos Dolce & Gabanna, latas da Chanel, caixa de leite da Apple, frutas cítricas da Nike e até mesmo um salame embalado no grande estilo Louis Vuitton.

Em cada nova embalagem o artista expressou sua criatividade ao aplicar os elementos distintivos das marcas (como as cores, padrões e logotipos) em itens icônicos e originais. As peças fizeram o expectador refletir sobre a percepção de valor que normalmente se atribui aos produtos levando em consideração sua marca e identidade visual.

As obras ficaram em exposição no Museu de Artesanato e Design de San Francisco e foram alvo de olhares curiosos de inúmeros visitantes.

Embalagem ovos Versace

Embalagem de farinha-prada

Embalagem cafe-cartier

Embalagem iogurte-tiffany

Embalagem sal e pimenta Hermes

biscoitos-dolce-gabanna

Embalagem lata-formula-chanel

Embalagem de leite da Apple

Embalagem frutas nike

Salame Louis Vuitton