Conheça Petit h, a ideia sustentável da Hermès

A maioria das pessoas concorda que a francesa Hermès é sinônimo de sofisticação e exclusividade.

Leia também: A bolsa de US$ 1,9 milhão da Hermès.

Desde a sua criação por Thierry Hermès em 1837 a marca sempre demonstrou preocupação com as preferências e necessidades de seus consumidores exigentes.

Foi neste sentido que surgiu a Petit h., um departamento da marca criado para promover a reflexão sobre sustentabilidade ambiental através do uso criativo de diferentes materiais.

Por causa do alto padrão de qualidade estabelecido pela Hermés, muitos materiais valiosos como seda, couro de crocodilo e acessórios de metal são descartados quando apresentam pequenos “defeitos”. Todo este material e também as sobras de inúmera peças são armazenadas em um depósito apelidado de “A Caverna dos tesouros de Ali Babá”.

Para promover o reaproveitamento criativo destas “sobras”, a diretora artística e herdeira da sexta geração da maison Pascale Mussard decidiu criar a Petit h.

Desta maneira, alguns designers e estilistas famosos são escolhidos por Pascale e podem vasculhar o depósito atrás de inspiração e matéria prima para a criação de peças originais como roupas, móveis, objetos de decoração, luminárias e etc. A única exigência é que sejam mantidos os valores da Hermès e os produtos apresentem originalidade e alto padrão de qualidade.

A ideia de criar uma extensão sustentável para a Hermès foi tão bem sucedida que no ano passado foi inaugurada a primeira loja Petit h. em Paris.

Imagem de divulgação.

Imagem de divulgação.