HStern lança joia inspirada na Copa do Mundo 2014

Na sua opinião, entre as marcas brasileiras, qual é a maior referência de luxo?

Leia também: As havaianas mais caras da história.

Mesmo ocupando a sexta colocação entre os países mais ricos do mundo (de acordo com o PIB – Produto Interno Bruto) o Brasil possui poucas referências de marcas relacionadas com o segmento de alto luxo. No livro “Precisar não Precisa, Um olhar sobre o consumo de luxo no Brasil” (2007), o mestre em administração André Cauduro D’Angelo reflete que o país possuía (na época de sua pesquisa) somente três marcas fortes relacionadas ao segmento: a joalheria HStern, o Copacabana Palace e a Daslu.

Sete anos depois da realização da pesquisa, das três marcas citadas a HStern foi a única que não passou por crises substanciais e continua forte em seu segmento.

Com quase 70 anos de existência, a joalheria fundada por Hans Stern possui mais de 280 lojas e está atuante em mais de 30 países.

Para celebrar o fato do Brasil sediar a Copa do Mundo neste ano, a marca lançou o anel Maracanã na edição 2014 do Rio+Design, evento realizado em Milão.

A peça foi inspirada em um modelo criado em 1950, ano histórico em que o Maracanã foi o palco da final do Mundial.

Utilizando a arquitetura do estádio como inspiração, os anéis foram desenvolvidos em ouro e apresentam uma pedra central colorida de ametista, topázio azul ou prasiolita. Ao redor da pedra foram adicionados diamantes cognac. Todos os elementos formam um conjunto harmonioso e que homenageia o Maracanã em grande estilo.

Imagem de divulgação.

Imagem de divulgação.

Fonte: HStern.