Restaurante frequentado pela KGB reabre em Moscou

Aragvi
Durante a ditadura sangrenta de Stalin um restaurante chamado Aragvi era o favorito dos membros do serviço secreto soviético a KGB.

Localizado na rua Tverskaya em Moscou o restaurante alimentou espiões, cosmonautas e funcionários do governo no final dos anos trinta. Encerrado em 2003 ele será reaberto depois de uma restauração de US$ 20 milhões.

O Aragvi foi idealizado por um chefe de segurança de Stalin chamado Lavrenty Beria e era especializado em pratos da Geórgia, país onde o ditador nasceu.

Com o objetivo de resgatar um lugar histórico o Grupo Tashir e Gor Nakhapetyan decidiu realizar a valiosa restauração. O resultado final foi um ambiente sofisticado que mantém um ar misterioso característico de filmes de espionagem. Além disso, serão servidos pratos famosos da Geórgia, como khinkali (tipo de pastéis de carne), khachapuri (tipo de pastel com queijo) e borscht (sopa tradicional de países do leste europeu).

Quando viajar à Moscou não deixe de visitar esse lugar tão emblemático para a história mundial.

Interior do restaurante.

Interior do restaurante.

Fachada  revitalizada.

Fachada revitalizada.

Pastél khachapuri.

Pastél khachapuri.

Pastél khinkali.

Pastél khinkali.

A sopa borscht.

A sopa borscht.

Fonte: Luxuo.com
Imagem: divulgação.